segunda-feira, 27 de abril de 2015

Charlote de Whisky e Chocolate

13 comentários

Ingredientes:
1 torta de chocolate
26 palitos de champanhe
100 g de açúcar
1 lata de leite condensado cozido
5 gemas
500 ml de natas
250 ml de whisky (usei 150 ml)
6 folhas de gelatina incolores
1 embalagem de "maltesers" do intermarché (tem mais quantidade)

1. Coloque as folhas de gelatina em água fria.
2. Em banho maria, bata as gemas com o açúcar até ficar esbranquiçado.
3. Continuando em banho maria, adicione o whisky e a lata de leite condensado cozido e bata mais um pouco.
4. Retire as folhas de gelatina da água, e leve-as a derreter no microondas sem deixar ferver, junte depois ao preparado e bata mais um pouco para ficar tudo bem incorporado.
5. Pode retirar o preparado do banho maria e reserve.
6. À parte batas as natas até ficarem bem cremosas.
7. Adicione as natas ao preparado inicial e envolva muito bem, reserve no frio ficando sempre de olho e mexendo várias vezes para não solidificar... neste momento o creme estará demasiado líquido para colocar na forma por isso a ideia é que o creme fique espesso, mas não em demasia.
8. Enquanto espera, corte uma das pontas dos palitos de champanhe e disponha-os numa forma de aro amovível.
9. Agora que o creme está mais espesso, coloque uma camada fina no fundo da forma, empurrando bem o creme contra os palitos.
10. Corte a torta em fatias finas, e disponha sobre o creme uma camada.
11. Cubra com metade do seu creme, faça mais uma camada com a torta e por fim cubra com o restante creme.
12. Leve ao frio até solidificar.
13. Antes de servir, cubra com os "maltesers" e decore com uma fita a gosto.


Nota: A teleculinária nunca me falha! Esta receitinha veio do site deles e foi um sucesso. Apenas cortei na quantidade de whisky porque tive receio, mas achei que estava bem assim, o saborzinho do whisky estava lá. Numa próxima vez poderei adicionar 200 ml... mas não os 250 ml. 
Uma sobremesa que levei para casa de amigos e apesar de ter tirado uma foto do interior... não me senti confortável para cortar uma fatia e tirar centenas de fotos... por isso, tirei uma bem rápido só para que vocês pudessem visualizar o interior... o contraste entre o castanho e o creme... lindo e SABOROSO! 








quarta-feira, 22 de abril de 2015

Pão de Ló Margaride (versão curta)

4 comentários

Ingredientes:
10 gemas
5 ovos
200 g de açúcar
110 g de farinha
1 limão (raspa)
Sal fino q.b.
Manteiga para untar
Farinha para polvilhar
Papel vegetal para forrar

1. Ligue o forno a 180ºC.
2. Unte uma forma de 24 com manteiga, forre o fundo da forma com papel vegetal, volte a untar com manteiga e polvilhe com farinha.
3. Bata as gemas com os ovos e um pitada de sal fino, até obter uma textura cremosa e volumosa.
4. Junte o açúcar e a raspa do limão e bata mais um pouco.
5. Envolva a farinha peneirada.
6. Verta o preparado para a forma e leve ao forno cerca de 25 a 30 minutos.
7. Retire do forno, deixe arrefecer e desenforme morno.


Nota: Tenho tantos ovos!!!! As galinhas da minha sogra estão a produzir ovos com uma tiragem impressionante!! Portanto, aproveitei para testar uma receita que já tinha há muito tempo em lista de espera...
Ao pesquisar um pouco da história deste tipo de pão de ló, vejo que esta receita não é a verdadeira (a verdadeira leva 19 gemas)... mas continua a ser um pão de ló! E eu adoro pão de ló! Tão simples mas tão bons... 

quarta-feira, 8 de abril de 2015

Pavlova de Chocolate

10 comentários

Ingredientes:
5 claras em temperatura ambiente
1/4 colher de chá de cremor tártaro
200 g de açúcar fino
1 colher de chá de vinagre
1 colher de chá de extracto de baunilha
1 colher de chá de amido de milho
25 g de cacau em pó
30 g de pepitas de chocolate (opcional)

Cobertura:
200 ml de natas com MG 35% a 40%
Açúcar a gosto
Fruta a gosto (usei mirtilos, groselhas e morangos)

1. Ligue o forno a 150ºC.
2. Numa folha de papel vegetal, desenhe um círculo de 18 cm usando uma forma ou um prato. Vire o papel vegetal ao contrário, de forma que o círculo fique virado para baixo.
3. Numa taça média/grande bata as claras e o cremor tártaro, em velocidade média, até estar com aspecto de espuma.
4. Adicione o açúcar aos poucos, usando uma colher de sopa de cada vez, continuando sempre a bater as claras em velocidade alta. Bata até obter um merengue forte e brilhante. Coloque um pouco de merengue entre o indicador e o polegar e friccione para testar se ainda sente o açúcar. Se sentir terá que bater as claras até deixar de sentir (por esta razão é melhor usar açúcar fino).
5. Adicione a baunilha e o vinagre e bata até estar incorporado.
6. Peneire o amido de milho e o cacau, aos poucos de cada vez, e envolva ao merengue usando uma colher ou espátula.
7. Adicione as pepitas e envolva.
8. Antes de colocar o merengue no papel vegetal, vai colar o papel ao tabuleiro do forno. Para isto, coloque uma colher de café de merengue nos cantos do papel vegetal e pressione. Não se esqueça que o círculo desenhado no papel vegetal é para ficar virado para baixo.
9. Coloque agora o merengue sobre o papel vegetal, dentro do círculo desenhado.
10. Coloque o merengue no forno e reduza o forno para 120ºC.
11. Deixe cozinhar por 2 horas.
12. Desligue o forno, abra ligeiramente a porta do forno, entalando um pano de cozinha, e deixe arrefecer totalmente.
13. Pouco antes de servir a Pavlova, bata as natas bem batidas, adicionando açúcar a gosto.
14. Coloque as natas por cima da Pavlova e decore com fruta a seu gosto.
15. Sirva de imediato porque esta sobremesa não aguenta bem o peso (por isso é que só coloca as natas mesmo antes de servir).




Nota: Gostava tanto de ter umas fotografias mais bonitas! Estava tão bonita a minha Pavlova!! Mas o almoço da Páscoa foi em minha casa e, como devem imaginar, não dava bem para estar a tirar 1001 fotografias... tirei as fotos a correr... ;(
ADOREI esta sobremesa! Apesar de parecer longa e complicada... é muito simples de fazer. Demorei cerca de 10 minutos a fazê-la! Leva é muito tempo no forno. Mas para ocasiões especiais é bem merecido.
Irei obviamente voltar a fazer... por isso espero para a próxima conseguir fotos mais elegantes e bonitas.
A receita veio do site Joy of Baking... com direito a vídeo também... que deixo aqui para quem quiser assistir.





quarta-feira, 1 de abril de 2015

Bifes à Presunteiro

10 comentários

Ingredientes (2 pessoas):
2 bifes da vazia
4 fatias de presunto
3 dentes de alho
2 folhas de louro
1 colher de café de mostarda
60 ml de vinho branco
1 colher de chá de vinagre (usei balsâmico)
Manteiga q.b.
Azeite q.b.
Sal q.b.
Pimenta q.b.

1. Tempere os bifes com sal.
2. Numa frigideira, leve ao lume um fio de azeite, os alhos esmagados e as folhas de louro partidas e deixe aquecer bem.
3. Frite as fatias de presunto de ambos os lados, retire e reserve.
4. Na gordura que ficou, junte uma nozinha de manteiga, deixe derreter, e frite os bifes ao seu gosto em lume médio/alto.
5. Retire os bifes para pratos individuais e tempere-os com pimenta moída na hora.
6. Ao molho que sobrou na frigideira, junte o vinho branco, a mostarda e mais uma nozinha de manteiga (se achar necessário) e mexa até ficar bem dissolvido.
7. Acrescente o vinagre e retire do lume.
8. Regue os bifes com este molho, coloque 2 fatias de presunto em cima de cada bife e sirva os pratos acompanhados com batatas fritas em rodelas.


Nota: Receitinha bem gulosa vinda do blogue Sabor Intenso com direito a vídeo e tudo. Estava reticente quanto ao molho, porque levava vinagre e o xuxu detesta vinagre, e fiquei com receio que ele não comesse por causa disso... mas ele nem reparou!!!! ;) TOP!!