segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Filhoses de Abóbora

10 comentários


Ingredientes:
800 g de abóbora menina
50 ml de leite
1 mão cheia de açúcar
3 ovos pequenos
1/2 pacote de fermento de padeiro seco
1/2 laranja (sumo e raspa)
1 pitada de aguardente
+/- 300 g de farinha de trigo
1 lt de óleo
Açúcar q.b.
Canela q.b.
Sal q.b.

1. Descasque e tires as sementes à abóbora. Corte-a aos bocados e coloque-a numa panela com água e sal e deixe cozer.
2. Escorra e desfaça a abóbora com um garfo. Volte a deixar escorrer a abóbora com a ajuda de um passador grande. Com a varinha mágica, desfaça a abóbora em puré, e mais uma vez deixe escorrer a água.
3. Junte o leite, o açúcar, os ovos e bata bem (talvez com uma colher seja melhor para não sujar muito a cozinha =D).
4. Adicione a farinha, o fermento, a raspa e sumo da laranja e a aguardente e volte a bater bem. É normal a massa ficar mole... mas se estiver muito mole adicione um pouco mais de farinha.
5. Tape a massa e deixe levedar num sitio quentinho. Eu costumo aquecer o forno aos 40ºC, DESLIGO, e depois coloco lá a massa com a porta entreaberta... 1 hora é suficiente. A massa tem de ficar rendada... com buraquinhos.




















6. Aqueça o óleo... eu deixo aquecer na placa no nº6.
7. Prepare dois tabuleiros com bastante papel absorvente e uma taça com açúcar e canela.
8. Para testar o óleo eu costumo fazer uma filhós primeiro, para ter a certeza que está quente o suficiente. A partir daí, com uma colher coloco "bolinhas" de massa PEQUENAS a fritar.
9. Quando estão douradas, mas não muito, viro-as.





















Quando ambos os lados estão da mesma cor, coloco-as num dos tabuleiros e deixo-as lá enquanto volto a pôr mais umas "bolinhas" a fritar.




















Só depois passo-as pelo açúcar/canela e então disponho-as no outro tabuleiro.




















Não sobreponha as filhoses. O meu objectivo aqui, é que elas percam a maior parte do óleo no primeiro tabuleiro (convém ir trocando o papel absorvente) e depois perca o restante no outro tabuleiro. Sobrepor as filhoses não permite a absorção.






















































Nota: Como eu adoro o Outono... as coisinhas maravilhosas que nos trás... abóboras, castanhas, dióspiros, as nozes... humm ADOROOOO.
Apetecia-me algo... tipo filhoses... e a minha irmã arranjou-me logo umas abóboras meninas!! hehe
Não tardei muito e neste sábado pus-me a fazê-las. Não consegui arranjar fermento fresco pelo que tive de me desenrascar com fermento seco... não gosto.. mas correu bem.
Já não fazia há muito tempo e estava enferrujada... e por isso mesmo que desta vez a receita é descrita ao pormenor... que é para eu não me voltar a esquecer de nada!!! XD
Esta receita deu para 40 filhoses pequenas... quanto mais pequenas mais rápido se fritam sem ficarem demasiado queimadas.
Já cheira a Natal não??

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Mini Bolo de Outono

7 comentários


Ingredientes:
8 colheres de sopa de açúcar mascavado (usei 9: resto do pacote)
1 ovo (usei 2 pequenos)
8 colheres de sopa de farinha de trigo
4 colheres de sopa de leite (usei 6: resto do pacote)
3 colheres de sopa de óleo
1/2 maçã em cubos (usei 3/4)
1 colher de sopa de passas embebidas em vinho e passados em farinha (não tinha)
1 colher de chá de canela
1 colher de chá de noz moscada (usei 1/2 e fiz bem)
1 colher de chá de fermento em pó
2 mãos cheias de nozes partidas

1. Ligue o forno a 180ºC.
2. Numa taça, bata o açúcar com o ovo.
3. Adicione, alternadamente, a farinha, o leite e o óleo e misture.
4. Acrescente a canela e a noz moscada e volte a misturar.
5. Por fim, adicione a maçã, as nozes, as passas e o fermento e envolva bem.
6. Unte com manteiga e polvilhe com farinha uma forma pequena (usei de 18 cm) e verta o preparado e leve ao forno por cerca de 40 a 50 minutos. Vá verificando com o palito.


Nota: Tinha um pacote de nozes a querer passar a validade e então fui procurar um bolito.... Este veio do blogue Prato Para Um... achei perfeito porque não só era um bolo pequeno como também levava açúcar mascavado (que tinha 3 pacotes abertos - agora só tenho um). 
Tive imensa pena de não ter passas... acho que o bolo iria ficar mesmo top.
Quando o provei, ainda quente, arrependi-me de ter colocado a noz-moscada.... mas na manhã seguinte, já frio, já respirei de alívio... porque sabia a canela e não a noz moscada... deste apenas ficou um simples travo.
Aconselho a não usarem uma forma maior que 20 cm... é um mini bolo... DELICIOSO e chamar mesmo pelo Outono.

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Lombo Recheado com Bacon, Queijo e Cogumelos

5 comentários





Ingredientes:
1 lombo de porco
1 cebola média
1/2 pimento vermelho
1 alho francês (fino com +/- 20 cm)
3 colheres de pasta de tomate
1 colher de sopa bem cheia de colorau
1/2 cm de gengibre fresco ralado
2 dentes de alho ralados
1 pitada de vinagre balsâmico
1 pitada de molho de soja
1 patada de molho inglês
1 medida de knorr em pó (usei de frango)
1 raminho de tomilho
100 g de bacon em cubos
1 linguiça
1 lata pequena de cogumelos
6 fatias de queijo
Azeite q.b.
Sal q.b.
Pimenta q.b.

1. Prepare o tabuleiro fazendo uma cama com metade da cebola em luas, o alho francês picado e o pimento cortado em tiras e regue com um fio de azeite.
2. Com uma faca grande e bem afiada, abra o lombo de forma a obter um bom rectângulo.
3. Faça uma pasta com a pasta de tomate, o colorau, o gengibre, o alho, o vinagre, o molho de soja, o molho inglês, o knorr em pó, pimenta moída, as folhas do ramo de tomilho e sal (tendo em conta já tem o knorr e os molhos de soja e inglês). Misture e vá adicionando o azeite de forma a obter uma pasta +/- com a consistência do ketchup.
4. Com um pincel, barre bem o interior do lombo com parte da pasta e reserve.
5. Em lume brando, frite o bacon com um fiozinho de azeite. Quando começar a alourar, junte a outra metade da cebola picada e a linguiça cortada em cubos. Assim que a cebola querer  alourar junte os cogumelos escorridos, tempere se quiser, deixe fritar por uns bons minutos, até ganhar uma corzinha. (não convém ter muito molho).
6. Espalhe a mistura anterior sobre o lombo, coloque as folhas de queijo e à medida que vai enrolando o lombo, vá pincelando com a pasta de tomate que restou.
7. Ate o lombo com cordel próprio, coloque no tabuleiro e leve a assar a 190ºC durante 50 minutos (ter atenção para ver se não queima por cima).


Nota: Encontrei perdido na arca um lombo de porco... eu digo perdido porque não é carne que eu aprecie... nem de comer nem de cozinhar... Mas recebo sempre 1 ou 2 lombos quando a sogra mata o porco... e vou deixando sempre para amanhã... para outro dia... que calhou ser ontem.
Não inventei muito... tinha tudo na dispensa e não comprei nadinha. 
Deixei queimar um pouquinho por cima, nada demais. 
Confesso que, muito sinceramente, foi o melhor lombo de porco enrolado que eu já comi!! À parte do queimadito, correu-me muito bem a minha invenção!! TOP! 

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Massa com Carne

3 comentários


Ingredientes:
700 g carne porco (usei bola)
1 cebola
1 folha de louro
200 ml polpa de tomate
100 ml vinho branco
1/2 colher de caldo knorr em pó (usei de frango)
200 ml de cerveja
400 ml de água
1 pitada de vinagre balsâmico
1 pitada de molho inglês
1 malagueta
Colorau q.b.
Sal q.b.
Pimenta q.b.
Azeite q.b.
Esparguete q.b.

1. Corte a carne em cubos e tempere-os com sal, pimenta e colorau.
2. Na panela de pressão, coloque a cebola picada e a folha de louro e deixe alourar.
3. Adicione o vinho branco, depois o tomate, o caldo de knorr em pó, a malagueta, o vinagre e o molho inglês.
4. Quando ferver adicione a cerveja e quando voltar a ferver adicione a água e a carne.
5. Feche a panela de pressão e deixe cozinhar em pressão por 25 minutos.
6. À parte coza esparguete em água temperada.







Nota: Um pedaço de carne que encontrei enquanto mexia no fundo da arca... e antes que ele passasse ao estreito toca a aproveitar e inventar qualquer coisa...
Que por acaso correu muito bem a minha invenção. Tempero ficou no ponto, a carne ficou tenrinha e com bastante molho para misturar o meu adorado esparguete! XD

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Bolo Mármore

7 comentários









Ingredientes:
240 g farinha
1 colher de chá de fermento em pó
1/2 colher de chá de bicarbonato
1/2 colher de chá de sal
1/3 xícara de cacau em pó
1 + 1/3 xícara de açúcar
1/4 xícara de água, temperatura ambiente
90 g de manteiga, temperatura ambiente
1 ovo grande
1 clara de ovo grande
1 xícara de iogurte natural, temperatura ambiente
2 colheres de chá de baunilha

1. Pré aqueça o forno a 175ºC.
2. Unte uma forma com chaminé e polvilhe com farinha.
3. Numa taça peneire a farinha, o fermento, o bicarbonato e o sal. Reserve.
4. Numa taça pequena, misture o cacau com 1/3 xícara de açúcar. Vá adicionando a água aos poucos e mexendo até ficar bem homogéneo. Reserve.
5. Numa taça média/grande, bata a manteiga com o açúcar cerca de 3 minutos.
6. Acrescente o ovo inteiro e bata. Junte depois a clara do ovo e a baunilha e bata mais um pouco.
7. Em velocidade baixa, acrescente a mistura da farinha e o iogurte: 1/3 da farinha, 1/2 iogurte, 1/3 da farinha, 1/2 iogurte e a restante farinha, e bata até ficar bem misturado.
8. Divida a massa, ficando uma taça ligeiramente com mais massa que a outra.
9. Na taça que tem menos massa, adicione o preparado de cacau e envolva bem.
10. Agora de tem duas massas, uma de chocolate e outra de baunilha, vá enchendo a forma alternadamente... um pouco de baunilha, um pouco de chocolate, mais de baunilha, etc até acabar as massas.
11. Leve ao forno cerca de 40 a 50 minutos (a partir dos 30 minutos eu costumo verificar os bolos com um palito).
12. Tire o bolo do forno e após 15 minutos desenforme o bolo.



















































Nota: Apetecia-me um bolinho... fofinho... e uma breve pesquisa no google e acabei por dar com o bolo mármore do blogue Pitadinhas... comecei a ver se tinha os ingredientes todos em casa... "Iogurte? Leva iogurte? É mesmo este!" - pensei eu. 
Também concordo com a Laurinha que bolos que levam iogurte fica sempre mais macios...
Adorei a receita.