quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Pão Branco (Continente)

27 comentários























Peso: 750g
Tempo: 3:13
Cor: média

Ingredientes:
500 g de farinha de pão branco do continente
300 ml de água
2 colheres de sopa de óleo vegetal

1. Colocar na cuba da máquina de fazer pão, a água em primeiro lugar, depois o óleo e por fim a farinha.
2. Programe a máquina e ligue.

Nota: Finalmente tenho a minha máquina de fazer pão! Foi difícil de a ter mas já a tenho!!!! Yesssssss! É que o meu xuxu não concordava muito em gastar tanto dinheiro numa máquina de pão...
Eis o primeiro pão que fiz!
Nunca, mas mesmo nunca tinha comido um pão tão fofinho! Não estou a dar "graxa ao cágado" só porque tenho a mfp, estou mesmo a ser sincera.
Provavelmente grande parte das minha leitoras já experimentou e elas podem comprovar.
O orlando respondeu: «não gosto, é fofo demais» LOL é mesmo estronso!

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Marmelada

32 comentários

























Ingredientes:
2 kgs de marmelos (já descascados e descaroçados)
2 kgs de açúcar amarelo
1 limão (sumo)
1 pau de canela
1 cálice de vinho do porto

Como devia ter acontecido:

1. Depois de descascados e descaroçados, corte os marmelos aos cubos e coloque na panela de pressão na seguinte ordem:
- Marmelos
- Açúcar
- Sumo do limão
- Cálice do vinho do porto
- Pau de canela
2. Tape a panela e quando começar a apitar deixe cozer por 10 minutos.
3. Findo o tempo, desligue a panela, tire o apito, deixe a pressão sair e só depois é que abre a panela.
4. Tire o pau de canela, e triture tudo a puré.
5. Volte a por a panela ao lume (sem tampa) até o puré atingir o ponto estrada.
(Ponto estrada: retire uma concha do doce para um prato e depois faça um risco, com um colher. Se o risco ficar aberto é porque atingiu o ponto estrada)
6. Depois é só encher as tacinhas e deixar arrefecer.

Como aconteceu:

1. Descasquei, descarocei e cortei em cubos os marmelos.
2. Coloquei os ingredientes na panela pela ordem exigida.
3. Coloquei a tampa e esperei que a panela apitasse.
4. Quando a panela começou a apitar, ponho as mãos à cabeça e vou desligá-la! O doce estava a sair pelo apito!
5. Sendo a minha panela das grandes estranhei e decidi abrir para ver se estava muito cheia... não estava, estava a menos de meio.
6. Olhei para o fogão, para os azulejos, para a carpete e para o chão e pensei: «já que tenho tudo sujo vamos tentar mais uma vez!»
7. Voltei a fechar a panela e esperei que apitasse.
8. Quando apitou... fui desligar... continuava a cuspir doce!
9. Abri a panela, e olhei lá para dentro e pensei «estes marmelos já parecem mais que cozidos, vou triturar!»
10. Triturei tudo a puré e voltei por a panela ao lume, sem a tampa, para obter o ponto estrada.
11. A panela nem esteve 5 minutos ao lume por atingiu logo o ponto de estrada.
12. Distribuí sobre as taças e...
























Nota: Apesar de a receita não ter corrido nada bem, na verdade o resuldo saiu excelente.
A consistência ficou perfeita e a minha irmã (que se intitula como especialista em fazer marmelada [LOL]) diz que a cor está perfeita, que quanto mais vermelha mais apurada está!
Inicialmente achei pouco doce, mas agora acho que está no ponto. A minha irmã concordou.
Juliana 1 - 0 Panela de Pressão!!!
De uma confecção desastrosa saiu um resultado perfeito!
A receita deu-me para umas 8 taças.
A receita fui buscá-la ao blogue
Pratos da Bela.














sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Batatas Wedges

30 comentários

























Lindas não são...?
Têm óptimo aspecto não têm...?
Parecem caseirinhas né...?

Mas são de compra!
Chamam-se batatas wedges, comprei-as no dia por 0.59€, sim por 0.59€!!!
São deliciosas!!!!!!!!
É só por no forno por uns 20 minutos e já está! Também dão para fritar! Mas eu optei pelo forno.

Já vêm temperadas, com sal, alho, cebola, ervas aromáticas... não precisam de mais nada! E não se assustem que não sabem a artificial nem a especiarias exageradas.
Eu pessoalmente achei que estavam no ponto. E se mas apresentassem no prato eu não diria que eram de compra!
São congeladas e vêm em embalagens de 400 g. Uma embalagem dá bem para 2 pessoas.
Experimentem!



segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Bolo de Corações - 25 anos

64 comentários


























Pois é... já tenho 25 anos... caramba... agora o tempo passa a correr...
Como tinha dito... 25 anos são dignos de se comemorar... e foi o que fiz este sábado!
Ao contrário da maioria dos portugueses que deixam tudo para a última, eu sou mais organizada e já algum tempo que andava a namorar blogues de bolos decorados, porque já há muito que tinha decidido fazer o meu bolo de anos decorado!
Foi no blogue da
Lena que encontrei a decoração perfeita... que era a minha cara.
Depois da decoração do bolo escolhida... tive de procurar uma receita de um bolo digno de um aniversário e foi quando vi no blogue
Figo Lampo o bolo perfeito!!! MA-RA-VI-LHO-SO e DE-LI-CI-O-SO!!!!
Foi no site do
Isto Faz-se que encomendei as pastas de açúcar, os cortadores em corações e os estames. Não tenham medo de experimentar, parece mais difícil do que é!!! Aquilo é como se fosse plasticina!!
Para a minha festa apenas convidei a minha família (pais, manas e sobrinhos) e os meus Amigos (com A grande)... foram eles a Kita e o Pedro, a Sofia, a Ema e o Ivo, e a Verónica e o Litos.
A Kita, que andava por estas bandas, veio dar-me uma mãozinha... ela diz que foi por amor ... mas eu acho que foi pelo leitão! LOLLLLL
Vamos então ao que interessa...

Bolo Mousse de Leite Condensado

Ingredientes do bolo:
5 ovos
180 g de açúcar
120 ml de óleo
45 g de chocolate em pó
120 ml de água quente
200gr de farinha de trigo
1 colher de sopa de fermento para bolos
1 pacote de leite enchocolatado

Ingredientes da mousse:
300 ml de natas
1 lata de leite condensado cozido
5 folhas de gelatina
3 claras
3 colheres de sopa açúcar

Ingredientes para a decoração:
1000 g de pasta de açúcar branca (depois de esticada sobrou-me 500 g de pasta)
250 g pasta de açúcar rosa choc (também sobrou bastante)
Icing sugar q.b.
Cortadores em corações ou outro formato
Estames

Preparação:

Recheio:
1. Coloque as folhas de gelatina em água fria.
2. Bata as natas até ficarem cremosas.
3. Junte o leite condensado cozido e bata até obter um creme homogénio.
4. Esprema bem as folhas de gelatina e coloque-as numa tigela com uma colher de sopa do preparado de natas e leve ao micro-ondas apenas o suficiente para a gelatina derreter. Misture bem, e junte ao preparado de natas.
5. Bata as 3 claras em castelo com o açúcar e incorpore ao preparado.
6. Deixe solidificar.
Bolo:
1. Bata as 5 gemas com o açúcar até obter creme claro.
2. Junte o óleo e bata mais um pouco.
3. Verta o chocolate em pó previamente dissolvido na água quente, batendo sempre.
4. Acrescente a farinha de trigo, aos poucos.
5. Bata as claras em castelo e incorpore-as no preparado anterior juntamente com o fermento.
6. Unte uma forma, de 26 cm de diâmetro, com manteiga e polvilhe com farinha. Deite o preparado na forma e leve ao forno a 180ºC por 30 minutos.
7. Desenforme e deixe arrefecer bem (senão encolhe os discos).
Nota: O bolo é para cortar em 3 discos, mas como ele não cresceu muito achei necessário fazer mais um bolo igual. Repeti o procedimento todo do bolo.
8. Tendo dois bolos cortei-os ao meio ficando com 4 discos, mas só usei 3.


Montagem:
1. Sobre um prato grande, coloque um aro (das formas amovíveis).
2. Coloque o primeiro disco lá dentro (se for necessário recorte os discos para caberem dentro do aro).
3. Regue o disco, suavemente, com um pouco de leite enchocolatado.
4. Bata a mousse solidificada e coloque uma camada generosa sobre o primeiro disco.
5. Coloque o segundo disco, volte a regar com o leite e volte a colocar mais uma camada de mousse.
6. Por fim coloque o último disco com a parte mais direita virada para cima (convém ser o disco da base do bolo).
7. Coloque no frigorífico umas duas ou três horas.













































Decoração:
1. Numa zona limpa e lisa espalhe um pouco de icing sugar.
2. Com o rolo da massa estique bem a pasta de açúcar branca, como podem ver a Kita na foto abaixo a esticar. É preciso que ao esticar tente fazer um círculo e a espessura tem de ser fina.

























3. Depois de esticada agarre nela e aplique sobre o bolo, corte os excessos e alise nos lados evitando deixar pregas.


























4. Depois estique a pasta cor de rosa, use os cortadores para fazer corações e é só dar asas à sua imaginação. Os corações colaram-se bem na pasta branca.
5. Faça um rebordo para aplicar onde a pasta de açúcar branca termina.
6. Faça umas bolinhas pequeninas e espalhe-as pelo bolo, espete os estames no centro.






































































Nota: Não é tão difícil como parece (sem tirar os créditos a quem faz isto da vida), é uma decoração simples e trabalhar com pasta de açúcar é como trabalhar com plasticina.
O bolo em si é bastante é fácil e delicioso. Maravilhoso mesmo.
A decoração é simples mas acreditem que não houve ninguém naquela sala que acreditasse à primeira que o bolo foi feito em casa... senão fossem as fotos eu passava por mentirosa!! lol O que para mim é dos melhores elogios que que se pode levar!
Esperem que gostem... Vai uma fatia?





quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Chili com Feijão Preto

18 comentários



























Ingredientes:
2 cebolas médias picadas
4 dentes de alho esmagados
4 colheres de sopa de azeite
750 g de carne de vaca picada
1 colher de sopa bem cheia de picante em pó
1 lata de tomate pelado
1 colher de sopa de cominho
1 folha de louro
2,5 dl de caldo de carne
3 colheres de sopa de concentrado de tomate
1 lata (das maiores) de feijão preto
Sal q.b.

1. Refogue as cebolas e os alhos no azeite até as cebolas ficarem macias e translúcidas.
2. Junte a carne e frite durante 5 a 10 minutos até ficar esfarelada. (Nesta fase convém estar constantemente a mexer e esmagar a carne para não ficar com bolas tipo almôndegas.)
3. Junte o picante em pó e frite mais uns segundos para que se misture bem com a carne. (Eu aconselho meia colher de sopa de piri-piri em pó para quem gosta de picante, e um quarto para quem não tolera muito bem o picante.)
4. Adicione o tomate sem o escorrer, o cominho, o louro, o caldo de carne e o tomate concentrado.
5. Leve ao lume para levantar fervura e tempere com sal a gosto.
6. Tape o tacho e deixe cozer em lume brando durante uma hora ou mais.
7. Cerca de 15 minutos antes de servir, junte o feijão e deixe ferver mais um pouco.
8. Sirva com arroz branco.

























Nota: Quando eu vi esta receita no blogue do Miguel Oliveira, tive mesmo de experimentar a fazer... e devo dizer-vos que ele tinha razão, é mesmo muito bom!! Bom mesmo!!
Na receita dele apenas alterei o feijão, ele usou feijão vermelho e quis comer feijão preto. Ele fala em deixar o tacho uma hora ou tacho ou mais... mas eu atalhei =D.
Também precisei de acrescentar um pouco mais de água.
O arroz branco é obrigatório! Digo eu né =D =D

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Caranguejos

21 comentários



























Ingredientes:
Caranguejos acabadinhos de pescar
Sal q.b.
2 dentes de alho com casca
4 folhas de louro
2 cascas secas de 2 cebolas (a parte laranja - serve para dar cor)
1 trança das cebolas (quando se apanham as cebolas, é costume fazer-me tranças de cebolas usando as ramas delas)

1. Encha uma panela (com tampa) com água e adicione os caranguejos vivos.
2. Tempere com sal, com os alhos, o louro, a casca da cebola e a trança de ramas.
3. Coloque a tampa para os caranguejos não fugirem.
4. Deixe cozinhar por 30 minutos. Escorra e sirva.


























Nota: Pois é, ontem (domingo) fui ao berbigão para a minha festa de aniversário, tenho fotos no meu outro blogue.
Enquanto fui para o berbigão os rapazes foram pescar caranguejos... lol
À noite foi uma barrigada de berbigão e de caranguejo!!!!
É extremamente fácil de os fazer...! É preciso é ir pescá-los e saber comê-los!!!
OBRIGADA EMA E MÃE DA EMA!!!!

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Tiramisú

26 comentários


























Ingredientes:
3 gemas de ovos
150 g de açúcar granulado fino
200 g de queijo mascarpone
2 pacotes de natas para bater
3 colheres de sopa de licor de café

500 ml de café forte frio
Palitos la reine q.b.

Chocolate em tablete (raspas)
Cacau para polvilhar


1. Bata as natas até estarem bem firmes e reserve.
2. Bata as gemas com o açúcar até a mistura ficar cremosa e adicione o queijo. Envolva as natas na mistura de queijo e espalhe uma 1ª camada numa travessa funda com cerca de 35 cm.
3. Raspe um pouco de chocolate sobre o creme.
4. Adicione o licor de café ao café frio e embeba os palitos la reine na mistura, o tempo necessário para não ficarem demasiado moles.
5. Disponha de uma camada apertada de palitos sobre o creme, parta-os alguns para preencher os espaços vazios.
6. Cubra os palitos com nova camada de creme e a seguir raspe mais um pouco de chocolate.
7. Adicione mais uma camada de palitos, embebidos em café, perpendiculares aos primeiros.
8. Por fim termine com uma camada de creme. Alise a superfície e guarde no frigorífico.
9. Antes de servir polvilhe o doce com cacau ou raspas de chocolate.
10. Este doce deve ser confeccionado com varias horas de antecedência, para que os sabores se possam misturar.












































Nota: Este doce é divinal!!!!!!! Fi-lo para levar a um jantar de amigos... AMARAM!!! De facto é muito muito muito bom. É tão bom que foi um dos doces que optei por colocar na ementa do meu aniversário.
Aconselho a fazer o doce de véspera.
A primenira vez que vi a receita deste tiramisú foi no blogue
Sabores de Canela e depois vi no blogue Figo Lampo.
Façam que é mesmo bommm! Divinal.

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Ementa de Aniversário

28 comentários

Pois é meninas... dia 19 de setembro faço 25 aninhos... um terço de um século, desculpem, um quarto de um século... e eu tenho de comemorar...
Eis o que pensei para a ementa do meu jantar.
Digam-me a vossa opinião!
P.S.- a minha família é grandeeee. =)

Cliquem em cima da ementa para verem em grande, que assim não dá para ler.

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Pudim de Laranja

24 comentários

























Ingredientes:
6 ovos
1 lata de leite condensado (medida)
3 medidas de leite
1 laranja (sumo e raspas)
Caramelo líquido q.b.

1. Numa tigela junte todos os ingredientes e bata tudo muito bem.
2. Barre uma forma com o caramelo líquido e deite o preparado anterior para a mesma.
3. Leve a forma ao forno, em banho maria, por uns 45 minutos.


























Nota: O meu primeiro pudim feito no forno!!!!!
Não me lembro em quantos graus coloquei o forno =(
Mas fora isso o pudim estava uma maravilha... ao contrário do meu outro pudim... este tinha uma consistência muito melhor... típica dos pudins. E o mais engraçado é que nunca pensei que 1 laranja pudesse fazer tanta diferença... apenas o sumo e raspas de 1 laranja é suficiente para o pudim ficar com o sabor a laranja!
Mal posso esperar para fazer um de limão!

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Paella

21 comentários

























Ora muito bem... férias são férias e também é preciso assim de uns dias longe dos tachos.
Já aqui tinha falado das refeições pré-feitas... esta é mais uma que eu acho que vale a pena.
Está à venda no Lidl a 2.99€. Tem um excelente aspecto e é muito bom, na minha opinião.
Dá para duas pessoas se as pessoas em questão não forem daquelas que comem bem.
Pequei numa paelheira ou uma frigideira larga, coloquei um fio de azeite e juntei o conteúdo da embalagem (congelado). Deixei fritar por 15 minutos mexendo ocasionalmente. Adicionei um pouco de piripiri. De resto acho que os temperos estão óptimos.



terça-feira, 1 de setembro de 2009

Petisco de Camarita

29 comentários
























300 g de camarita (camarões muito pequeninos)
0.5 cebola
1 raminho de salsa
Vinagre q.b.
Azeite q.b.
Pimenta q.b. (opccional)

1. Numa tigela coloque o camarão (já vem cozido, pode lavá-lo também se preferir).
2. Pique a cebola e a salsa muito miudinho, e junte aos camarões.
3. Tempere com um pouco de azeite e vinagre e mexa tudo muito bem.
4. Também pode pôr um pouco de pimenta.









































Nota: É normal vocês não verem disto há venda... eu só encontro nas feiras (secção do peixe) aqui da zona, talvez por estarmos relativamente perto do mar, eu moro a 15 minutos da praia.
Eu adoro isto! É raro comer porque nem sempre se encontra à venda e porque é carísimo!! 20€ o kilo. Estas 300 gramas custaram 6€! lol soube-me muito bem porque não fui eu que paguei!! lol lol Mas fui eu que fiz...
Eu conheço este petisco desde criança. Mais uma receita que faço questão de guardar aqui, pois vem de tempos antigos e eu não quero que se perca.
FOI DIFÍCIL DE DESCOBRIR O NOME DISTO POXA! Nem mãe, nem irmãs, nem tias, ninguém se recordava do nome disto!
Mas lá consegui! Liguei a uma amiga (Ema) que por sua vez ligou a outra amiga, que por sua vez ligou ao namorado que era o único que sabia!! Obrigada Ema! =D =D
PS - Estes camarões comem-se assim... à colherada... não se descascam. São tão pequenos que não há necessidade.